Disciplina “Construção do conhecimento na Educação a Distância”

Estamos prestes a começar o semestre acadêmico, então aproveito que já estou por aqui tentando atualizar o site para divulgar a ementa e lista de leituras da disciplina que darei neste semestre, Construção do conhecimento na Educação a Distância.

Aos inscritos na disciplina🙂  –  não se assustem com a variedade de livros listados! Utilizaremos apenas uma seleção de capítulos (mas, para quem estive planejando trabalhos relativos à EaD, isto seria apenas um começo!)

Construção do Conhecimento na Educação a Distância

Ementa: Perspectivas sobre a construção do conhecimento na e sobre a Educação a Distância (EaD): industrialização, globalização e a expansão da Educação; conceituações de EaD e seus contextos; modelos, abordagens teóricas e questões pedagógicas na EaD; EaD e qualidade; presença, distância e modelos organizacionais emergentes; novos papéis do professor e do aprendiz na construção do conhecimento em rede e na rede; Recursos Educacionais Abertos, Práticas Educacionais Abertas e EaD; a EaD como campo de pesquisa – questões teórico-metodológicas.

Referências básicas

ANDERSON, T.; DRON, J. Três gerações de pedagogia de Educação a Distância. Trad. João Mattar. EaD em Foco, v.2, n. 1, p. 119-134, 2012. Disponível em: <http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/162/33>. Acesso em: 17 jan. 2014.

BELLONI, M. L. Educação a Distância. 5a ed. Campinas: Editora Autores Associados, 2009.

LEMGRUBER, M. S. Educação a distância: para além dos caixas eletrônicos. Revista SimproRio, Rio de Janeiro, n.2, p.42-49, jan. 2008. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/conferencia/documentos/marcio_lemgruber.pdf>. Acesso em: 17 fev. 2014.

LITTO, F.; FORMIGA, M. Educação a distância. O estado da arte. São Paulo: Pearson.

MILL, D., MACIEL, C. (Org.) Educação a distância. Elementos para pensar o ensino-aprendizagem contemporâneo. Cuiabá: EDUFMT, 2013.

MOORE, M. G; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson, 2007.

PETERS, O. A Educação a Distância em transição. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, 2004.

PRETI, O. Educação a distância: sobre discursos e práticas. Brasília: Liber Livro, 2005.

RECUERO, R. A conversação em rede. Comunicação mediada pelo computador e redes sociais. Porto Alegre: Editora Meridional, 2012.

SERRA, A. R. C.; RIBEIRO, S.; PINTO, S. M. REA na Universidade Aberta do Brasil: limites e perspectivas. In: OKADA, A. (Org.) Recursos Educacionais Abertos e Redes Sociais. São Luís: EdUEMA, 2013. Disponível em: <http://oer.kmi.open.ac.uk/?wpdmact=process&did=MS5ob3RsaW5r>. Acesso em: 17 jan. 2014.

SILVA, M. PESCE, L.; ZUIN, A. (Org.). Educação online: cenário, formação e questões didático-metodológicas. Rio de Janeiro: Wak, 2010.

SOMMER, L. H. (Org.). Educação a distância e formação de professores: problemas, perspectivas e possibilidades. Dossiê temático. Em Aberto. Brasília, v. 23, n. 84, 2010. Disponível em: < http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/issue/view/117/showToc>. Acesso em: 17 fev. 2014.

VALLE, L.; BOHADANA, E. A EaD on-line e o mito da passividade. Inter-ação, v. 37, n.2, p. 255-266, 2012. Disponível em: < http://www.revistas.ufg.br/index.php/interacao/article/viewFile/20725/12423>. Acesso em: 17 jan. 2014.

Referências complementares

ALONSO, K. M. A expansão do Ensino Superior no Brasil e a EaD: dinâmicas e lugares. Educação e Sociedade, v. 31, n. 113, p. 1319-1335, out.-dez. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/es/v31n113/14.pdf>. Acesso em: 17 fev. 2014.

BERTOLIN, J. C. G. Qualidade em Educação Superior: da diversidade de concepções à inexorável subjetividade conceitual. Avaliação, v. 14, n. 1, p. 127-149, 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/aval/v14n1/a07v14n1.pdf>. Acesso em: 17 fev. 2014.

BRASIL. Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância. Brasília: MEC, 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf>. Acesso em: 17 fev. 2014.

LEMGRUBER, M. S. Educação a Distância: expansão, regulamentação e mediação docente. Revista Educação em foco. Juiz de Fora, v. 14, n. 1, p. 145-159, mar./ago. 2009. Disponível em: <http://www.ufjf.br/revistaedufoco/files/2010/09/Artigo-07-14.1.pdf>. Acesso em: 17 fev. 2014.

MUGNOL, M. Educação a distância no Brasil: conceitos e fundamentos. Diálogo Educacional, v.9, n.27, p. 335-349, maio/ago. 2009. Disponível em: <http://campus.educadium.com/avaeduc/file.php/1/Educacao_a_Distancia_no_Brasil.pdf>. Acesso em: 17 jan. 2014.

PETERS, O. Didática do Ensino a Distância. São Leopoldo: Ed. UNISINOS, 2001.

SCHLÜNZEN JUNIOR, K. Educação a distância no Brasil: caminhos, políticas e perspectivas. ETD – Educação Temática Digital. Campinas, v. 10, n. 2, p.16-36, 2009. Disponível em: < http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/etd/article/view/1953/1790>. Acesso em: 17 fev. 2014.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B. de. (Org.). Formação de educadores a distância e integração de mídias. São Paulo: Avercamp, 2007.

VILARINHO, L. R. G.; BOHADANA, E. Contribuições de Paulo Freire para o uso de recursos informacionais na prática educativa. Educação e Cultura Contemporânea, v. 1, n. 1, p. 103-112, 2004.

 

Leave your comments - Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s