Lançamento do livro “Educação Comparada”, Volume 2

Fotos_evento

(Colagem de fotos gentilmente cedidas pelo Prof. Ronaldo Mota, Reitor da UNESA, e por Aline Lombello, doutoranda da linha TICPE, PPGE/UNESA)

Na terça-feira passada, 19 de maio, tivemos o prazer de recepcionar por volta de 60 convidados para o lançamento, no PPGE/UNESA, do segundo volume da obra Educação Comparada, organizada pelos Profs. Robert Cowen (Inglaterra) e Andreas Kazamias (Grécia – EUA – Chipre). Além de alunos inscritos no curso “A universidade na sociedade do conhecimento: transformações, dilemas e desafios”, colegas do programa e de outras áreas da instituição, contamos com a presença dos Profs. Ronaldo Mota, Reitor da UNESA, Luciano Medeiros, Diretor de Pesquisa Aplicada e Durval Meirelles, Vice-Reitor de Pesquisa, bem como o próprio Prof. Kazamias, que participara do seminário internacional Repensando a Universidade Comparativamente: perplexidades, políticas e paradoxos, na CAPES, Brasília.

Os organizadores proferiram algumas palavras de apresentação do livro, com o apoio da Profa. Maria Cowen na tradução consecutiva, como foi feito ao longo da semana no curso (mais sobre o curso em posts futuros, aqui e no blog associado Ateliê de Pesquisa!). O Prof. Cowen explicou a estrutura da obra como um todo: ao invés de uma estruturação em torno de regiões ou países específicos, base usual utilizada para a apresentação de sistemas nacionais, o enfoque é temático, ou seja, as contribuições foram organizadas segundo grande áreas e debates que perpassam a área da Educação internacionalmente. Com isso, segundo ele, os organizadores procuraram mostrar que a área da Educação Comparada foi sofrendo, ao longo de sua história, diversas transformações que refletem contingências e contextos distintos.

Na sequência, o Prof. Kazamias comentou um pouco sobre uma questão bastante problemática nos EUA e na Europa (Reino Unido, em particular): a situação das Humanities (Ciências Humanas), preteridas nas políticas e, consequentemente, no financiamento tanto do ensino quanto da pesquisa. Ressaltando a necessidade de um retorno de uma educação humanista, o autor mencionou que vê uma necessidade premente de uma reavaliação da pedagogia, entendida não como um conjunto de métodos e técnicas de ensinar, mas, sim como algo mais complexo que inclui, também, questões epistemológicas, ontológicas e ideológicas. “A Educação precisa recuperar a sua alma”, disse ele. Em conversa com ele, discutimos um pouco o capítulo 68 do volume 2, intitulado “Agamenon contra Prometeu: globalização, sociedades do conhecimento/da aprendizagem e paideia na nova cosmópole”, que me havia chamado a atenção quando abrira o livro, em parte porque, na TICPE, temos trabalhado com nossos alunos, com base em alguns textos da Filosofia da Técnica, uma seleção de mitos bastante relevantes às discussões críticas que tentamos encorajar acerca da relação entre a educação e a tecnologia.

Para complementar, reproduzo alguns trechos elucidativos do escopo dos volumes, retirados do material do Seminário da CAPES que a Profa. Maria me passou:

“Os dois Volumes desta obra discutem os debates e os trabalhos acadêmicos que estão sendo desenvolvidos, ou que já foram concluídos, na área de estudo chamada educação comparada. Os volumes argumentam que aquilo que é considerado “boa” educação comparada tem mudado ao longo do tempo. Analisam as agendas acadêmicas mutáveis, as perspectivas de atenção em transformação e as diferentes linguagens acadêmicas utilizadas para construir educação comparada. Mostram as maneiras pelas quais a educação comparada responde às mutantes políticas e econômicas de eventos reais no mundo, assim como às correntes intelectuais que são fortes em tempos e locais específicos. Em consequência, diversas educações comparadas podem ser identificadas, tanto em um momento específico quanto ao longo do tempo. Essa área de conhecimento, como outras, está mudando com as novas leituras do mundo que emergem atualmente. Portanto, este é um relato de como um campo de estudo foi, é e está sendo considerado dentro das políticas de seu tempo.

O Volume 1 analisa, principalmente, a construção de uma educação comparada nos séculos XIX e XX. O Volume 2 mostra quão vigoroso é o campo hoje, dentro das novas políticas da atualidade. A primeira seção da obra é sobre a história do campo de estudos. As últimas duas seções tratam do futuro. As seções intermediárias analisam a relação entre a educação e (a) formações políticas, (b) industrialização e sistemas econômicos, (c) o global, o inter-nacional e o local, (d) o pós-colonialismo, (e) os padrões culturais, conhecimento e pedagogias.

Esta obra é uma importante declaração da condição de um campo; não é uma declaração por modismo. O futuro da educação comparada é tratado, especialmente no Volume 2, sem a convicção precipitada de que o futuro tem a ver com o choque de civilizações; ou de que o futuro seja mais globalizado; ou de que é necessário apenas melhor entendimento de uma perspectiva intelectual. Este livro é produzido em um momento crucial da história dessa área do conhecimento e deixa em aberto seu futuro, oferecendo uma ampla diversidade de maneiras para falar sobre esse futuro.

Ao longo da semana, pensei em várias articulações do que ouvia e lia com abordagens críticas emergentes à disseminação, em escala mundial, dos “discursos da educação quebrada” (veja aqui uma resenha do livro de Martin Weller onde o autor lança a expressão), que pregam a necessidade de transformações radicais da Educação usando linguagem alarmista (alusões a desastres naturais são comuns – veja, por exemplo, este texto) como base para a projeção de cenários nos quais a mediação tecnológica se apresenta como panaceia e/ou condição sine qua non de “sustentabilidade” (mais uma palavrinha interessante e bem comum nos textos do gênero “futurologia”). Food for thought.

Clique aqui para visualizar a programação detalhada do curso que foi ministrado.

Clique aqui para acessar a página de download de Educação Comparada.

Clique aqui para baixar diretamente o primeiro volume de Educação Comparada.

Clique aqui para baixar diretamente o segundo volume de Educação Comparada.

 

 

1 comentário

Leave your comments - Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s