Educopédia. Para quê?

O que é a Educopédia? Quais seus usos? Trata-se de um Recurso Educacional Aberto (REA) ou não? Essa  é uma discussão frequente no dia a dia de muitos professores. A partir dessas e de outras questões foi desenvolvida uma pesquisa que resultou na dissertação O uso da Educopédia em escolas de comunidade da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, defendida em 17 de março por  Eltom Ferreira Matias.

img_2192

Eltom Ferreira Matias

A pesquisa – iniciada em 2014, sob orientação da saudosa Prof.a Estrella D´alva Benaion Bohadana –  foi concluída sob minha orientação [Stella Maria Peixoto de Azevedo Pedrosa].

Participaram da banca as professoras Dayse Martins Hora (Universidade Católica de Petrópolis – UCP) e Rita de Cássia Pereira Lima (Universidade Estácio de Sá – UNESA)

banca-eltom

Eltom entre as prof.as. Dayse, Rita e Stella.

RESUMO

O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na educação tem provocado inúmeros debates. Na cidade do Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Educação (SME) disponibiliza a Educopédia, uma plataforma digital com aulas acessíveis que oferece atividades para o ensino fundamental, implantada para auxiliar professores e alunos.  A pesquisa apresentada teve como objetivo principal investigar o uso dessa plataforma, a partir da perspectiva dos docentes, em duas escolas de comunidade, situadas na Zona Norte da cidade, ambas pertencentes à Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro. Para viabilizar esse objetivo, foram formuladas as seguintes questões de estudo: Como os professores utilizam a plataforma? Quais as dificuldades encontradas no uso da plataforma? Na percepção dos professores, que novas possibilidades a plataforma oferece para o processo de ensino e aprendizagem? A Educopédia pode ser considerada um Recurso Educacional Aberto (REA)? Qual a percepção do professor quanto ao modelo pedagógico utilizado na plataforma? O estudo apoiou-se em três eixos: O uso das TIC na educação em relação à docência, os Recursos Educacionais Abertos (REA) e a Plataforma Educopédia. A pesquisa adota um diversificado número de métodos e instrumentos de coleta de dados, tais como observação participante, questionário, entrevista e análise documental. Para a exposição dos resultados são apresentados gráficos e “falas” dos professores. Os dados coletados indicaram que, dentre os 41 professores pesquisados,  poucos utilizam a Educopédia em suas salas de aula. Isso ocorre, principalmente, devido a fatores tais como: falta de estrutura nas escolas, na ausência de Internet para utilização de todos os seus recursos e, também, porque alguns docentes não se sentem preparados para a utilização da tecnologia junto a seus alunos etc. Para fundamentar o trabalho foram considerados, primordialmente, Downes (2007, 2011), Fantin (2012), Knox (2012), Leite (2011), Pretto (2000, 2012) e Rüdiger (2011).

Palavras-chave: Plataforma de ensino. REA (Recursos Educacionais Abertos). Educopédia.

 

Oportunamente, a dissertação de Eltom será disponibilizada.

 

Leave your comments - Deixe seus comentários!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s