Com a palavra agora, Jeremy Knox!

Na sequência de apresentações em vídeo de capítulos do e-Book Educação e Tecnologia: abordagens críticas, passamos a palavra a Jeremy Knox, Professor-Pesquisador na Universidade de Edimburgo, na Escócia.  O assunto central do capítulo “A quantas anda a revolução? Três temas na movediça paisagem dos MOOC” é, obviamente, o Massive Open Online Course, Curso Aberto “Massivo” On-line, ou MOOC, como essa classe de cursos é tratada também em português:

Jeremy fala, também, sobre a área da Analítica da Aprendizagem (Learning Analytics – deixo aqui o link para o artigo na Wikipédia em inglês que trata do assunto, pois é razoavelmente detalhado) e levanta questões importantes sobre os usos cada vez frequentes de tecnologias de automatização na educação. Recomedamos a leitura “casada” do capítulo de Jeremy e do texto introdutório de Ralph Ings Bannell, Uma faca de dois gumes“, que também aborda a questão da automatização viabilizada por novas tecnologias de Inteligência Artificial. O texto de Giota Alevizou, “Da mediação à datificação: teorizando tendências em evolução nas mídias, tecnologia e aprendizagem“, também aborda questões pertinentes, no contexto mais amplo da Educação Aberta, que é tratada em uma perspectiva  histórica por Martin Weller em seu capítulo “O desenvolvimento de novas disciplinas na educação – o exemplo da Educação Aberta“.

Anteriormente a esse capítulo no e-Book, já havíamos publicado no Diálogos uma tradução de outro texto (fortemente recomendado) do autor, divulgada nesta postagemCinco críticas ao movimento REA (link direto para a versão em pdf). Infelizmente, o texto original em inglês (cujo link incluí naquele post) não está mais disponível, mas há um artigo nele baseado publicado na revista Teaching in Higher Education: “Five critiques of the Open Educational Resources Movement“.

Jeremy tem um livro excelente sobre MOOC: Posthumanism and the Massive Open Online Course , publicado pela Routledge em 2016 – leitura obrigatória para qualquer um que esteja estudando MOOC e queira aprofundar a discussão para além das alegações exageradas sobre seu potencial de “perturbação” (a bendita “disrupção” da qual tanto se tem falado por aí) da educação.

Este é o link para contatos com o autor via Twitter –  https://twitter.com/j_k_knox.

Você pode baixar o e-Book clicando aqui.

Alternativamente, acesse uma separata da versão em português de seu capítulo clicando aqui.

Por fim, clique aqui para baixar diretamente a tradução para o português de Five Critique of the OER Movement.

 

 

E-book “EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA: ABORDAGENS CRÍTICAS” no “THE CHRONICLE of HIGHER EDUCATION”

Hoje tivemos a feliz surpresa de nos deparar com um post da pesquisadora egípcia Maha Bali no prestigiado jornal The Chronicle of Higher Education. Bali é professora na The American University in Cairo (Egito) e nesta sexta publicou um texto sobre as leituras que pretende fazer nas próximas férias, apresentando os livros e detalhes que sugerem razões (para ela) de serem lidos.

Bali_The_chronicle_high_education.png

O e-book Educação e Tecnologias: abordagens críticas, organizado por Giselle ferreira, Alexandre Rosado e por mim, Jaciara, aparece como primeiro da lista, o que muito nos honra considerando ser Maha Bali uma pesquisadora respeitada nessa área.

Bali começa por destacar o que chama de “ethos do livro”, reproduzindo o seguinte trecho da Apresentação: “reúne textos que questionam a neutralidade hipotética da tecnologia e não se baseiam em visões reducionistas ou universalizadas de um mundo que é, de fato, marcado pela diferença, pela complexidade e pela desigualdade”. Depois, a pesquisadora reconhece nomes da área de Educação e Tecnologia crítica (cinco autores dos capítulos) e mostra interesse por outros que (ainda) desconhece, como a brasileira Raquel Barreto.  Por fim, menciona, o canal da TICPE no YouTube.

“Eu também admiro o esforço dos editores em torná-lo totalmente bilíngue – todos os artigos estão disponíveis em Inglês e Português (não apenas os resumos, os artigos inteiros)”.

Certamente, esse esforço tem sido recompensado ;-). Penso que Giselle Ferreira, que bravamente levou esse projeto adiante e traduziu tudinho, também está bem feliz.

Processo seletivo para mestrado e doutorado no PPGE/UNESA

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do PPGE/UNESA 2017.2!

Os detalhes estão disponíveis no site oficial do programa – clique aqui para acessar o edital e aqui para baixar a ficha de inscrição.

Lembrando: para os candidatos a vagas na linha TICPE, recomendamos a leitura de nossos projetos e produções, para que se familiarizem com os temas e abordagens das pesquisas que conduzimos no grupo.

Para os candidatos interessados no trabalho das outras linhas – Representações Sociais nos Processos Educacionais, RSPE, e Políticas, Gestão e Formação de Professores, PGFE – recomendamos uma visita a esta página, onde poderão obter informações sobre os projetos de nossos colegas, bem como à página que contém a lista de docentes do PPGE/UNESA, onde poderão obter links para seus respectivos Lattes.

Em particular, visite o site do Prof. Tarso Mazzotti, coordenador do PPGE/UNESA e integrante da linha RSPE – lá encontrará uma amostra de sua produção mais recente.

O PPGE/UNESA oferece também a possibilidade de estudo em regime de Disciplina Isolada – se você tem interesse em estudar uma disciplina conosco, fique de olho nesta página, pois as inscrições serão abertas em breve.

Em vez de desejar boa sorte, desejo bons estudos aos candidatos!

Crédito da imagem: Studying, de zwenzini.

… and the next TICPE-2017 e-Book chapter introduced in a video commentary is…

… ‘Performance information and data-driven academic anxiety’, by Richard Hall, Professor of Education and Technology at De Montfort University, England.

Without further ado, here is the author’s presentation (with subtitles in Portuguese):

Although Richard’s discussion addresses Higher Education in the ‘global North’, in particular, in the UK, readers should be able to notice – reading also Raquel Goulart Barreto‘s ‘Objects as subject: the radical displacement’, that there are several points of contact between Richard’s concerns and questions confronting us in Brazil (and, assumedly, in many other places). In particular: questions concerning teaching associated with market logics and technocractic views of Education and Technology) represented in the types of instructionist Educational Technology that predominate in the “market”). There is a great deal to think about here, a lot of work to be done.

The author keeps the blog Richard Hall’s Space, recommended to anyone interested in questions related to the presence of technology in Higher Education, specifically.

A Portuguese version of Richard’s chapter can be download here.

Alternatively, click here to download the complete e-Book – and take the opportunity to watch (or re-watch) the previous video in the series, by Audrey Watters!

… e o próximo capítulo do e-Book TICPE-2017 comentado em vídeo é…

Informação sobre desempenho e ansiedade acadêmica impulsionada por dados“, de Richard Hall, professor titular de Educação e Tecnologia na Universidade De Montfort, Inglaterra.

Sem mais delongas, assista o vídeo a seguir (com legendas em português):

Ainda que o contexto da discussão de Richard seja a Educação Superior no “norte global”, em particular, no Reino Unido, os leitores poderão constatar, lendo também o capítulo “Objetos como sujeito: o deslocamento radical”, de Raquel Goulart Barreto, que há vários pontos de contato entre preocupações expressas pelo autor e questões que enfrentamos no Brasil. Em particular, há a questão da precarização do trabalho associada à lógica do mercado aliada a uma visão tecnocrática da Educação e Tecnologia (concretizada na vertente instrucionista da Tecnologia Educacional que predomina no “mercado”). Há muito a se pensar aqui, muito trabalho a fazer.

O professor mantém o blog Richard Hall’s Space, que recomendamos a quem tem interesse em questões relativas à presença da tecnologia na Educação Superior, especificamente.

O capítulo do Prof. Hall na versão em português pode ser baixado diretamente deste link.

Alternativamente, clique aqui para baixar o e-Book completo – e aproveite para ver (ou rever) o primeiro vídeo da série, de Audrey Watters!

Audrey Watters talks about her chapters in “Education and Technology: critical approaches”

Launching our YouTube channel, in the next few weeks we’ll be publishing various posts on our latest e-Book, Education and Technology: critical approachesEach post will focus on a book chapter, which will be presented by the author(s) in videos exclusively produced for us as teasers (or tasters) for the volume.

We start today with Audrey Watters, author of ‘The History of the Future of Ed-Tech’ and ‘Un-fathomable: the hidden history of Ed-Tech’ , included in Part III of the e-Book, Historicity. In the video, Audrey talks about her contribution, presenting ideas that underpin her work as an independent scholar and writer, and showing that her nickname – Cassandra of Ed-Tech – is quite appropriate.

Watch the video (subtitles in Portuguese by Giselle Ferreira):

Click here to download the e-Book.

Click here to download Audrey’s chapters in Portuguese.

Last but not least, click here to visit Audrey’s blog, Hack Education.

Audrey Watters fala sobre seus capítulos do e-Book TICPE 2017

Lançando nosso canal no Youtube, estaremos publicando, ao longo das próximas semanas, várias postagens relativas ao e-Book Educação e Tecnologia: abordagens críticas, cada uma focalizando um capítulo do volume, que será abordado pelo(s) próprio(s) autor(es) em vídeos produzidos exclusivamente para divulgarmos a coletânea.

Hoje, inauguramos a série com Audrey Watters, autora dos capítulos “A História do Futuro da Tecnologia Educacional” e “In-imaginável: a história oculta da tecnologia educacional”, na Parte III do e-Book, Historicidade. No vídeo, Audrey fala um pouco sobre sua contribuição ao e-Book, apresentando, de fato, ideias que perpassam seu trabalho como pesquisadora e escritora independente na área da Educação e Tecnologia, mostrando que seu apelido – Cassandra da Tecnologia Educacional – é muitíssimo apropriado.

Assista, a seguir, o vídeo com legendas em português.

Para baixar o e-Book, clique aqui:

Para baixar apenas os capítulos de Audrey em português, clique aqui (academia.edu).

Recomendamos, também, uma visita ao blog da autora, Hack Education –  o trabalho de Audrey é cuidadoso e muito bem articulado, e seus questionamentos são bastante oportunos!