e-book TICPE

Lançamento presencial de *Educação e Tecnologia: abordagens críticas*

Em 3 de agosto, o grupo TICPE recepcionou os professores Raquel Goulart Barreto (UERJ) e Ralph Ings Bannell (PUC-Rio) para o lançamento presencial do e-Book Educação e Tecnologia: abordagens críticas.

Além dos alunos e orientandos do grupo TICPE, bem como vários de nossos colegas do PPGE/UNESA com seus alunos e orientandos, contamos com a presença de colegas e estudantes de outras instituições – o auditório ficou lotado, e calculamos que tivemos entre 60 e 70 pessoas em uma tarde de celebração, aprendizagem e compartilhamento. No grupo, foi unânime a percepção de que a tarde foi um sucesso

Abrimos com algumas palavras do Reitor da UNESA, Prof. Ronaldo Mota, seguido de uma mensagem em vídeo do Vice-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa, Prof. Rafael Iorio, que não pode estar pessoalmente presente na ocasião.

Em seguida, eu e a Profa. Jaciara introduzimos o volume, falando sobre o processo de criação e, especialmente, a divulgação da obra. Ao longo dos poucos meses desde que publicamos o livro neste blog, tivemos várias surpresas, incluindo a postagem da Profa. Maha Bali no site do prestigiado The Chronicle of Higher Education, na qual ela recomenda o volume (veja nosso post sobre isso).

Mostramos os números e origens dos acessos ao blog, recortes da circulação de postagens em redes sociais e, em particular, um número de downloads que consideramos bastante significativo para uma publicação tão especializada: eu havia montado a apresentação no fim de semana anterior, mas na manhã do dia 4, vi que já contabilizávamos mais de 630 downloads (do blog, apenas – não contamos a movimentação na plataforma academia.edu, onde também depositamos o volume junto com as coletâneas de anos anteriores e as separatas das traduções dos capítulos de 2017).

Os slides da nossa apresentação mostram um pouco do que levantamos, em uma rápida busca, sobre a disseminação do livro:

 

Entrou em cena, então, o Prof. Alexandre Rosado, que discutiu o cenário da pesquisa na área em língua portuguesa mostrado no capítulo que escrevemos com a Profa. Jaciara (o trailer em vídeo do capítulo foi divulgado neste post):

 

Na sequência, tivemos nossas “atrações principais”: falas da Profa. Raquel e do Prof. Ralph, ambas relativas aos seus capítulos no e-Book, respectivamente: “Objetos como sujeitos: o deslocamento radical” e “Uma faca de dois gumes” (o prefácio do livro que, de fato, faz muito mais do que isso!). Publicamos aqui um trailer em vídeo da contribuição do Prof. Ralph. Abaixo, os slides das falas.

 

 

Agradecemos, mais uma vez, a todos que compareceram, em especial, aos Profs. Ronaldo Mota (que conseguiu espaço em sua agenda para nos prestigiar) e Rafael Iorio (cuja gentil mensagem deu um toque especial à abertura dos trabalhos), bem como, é claro, aos Profs. Raquel Ralph, que esperamos recepcionar novamente muito em breve!

Disponibilizaremos, oportunamente, gravações em vídeo das palestras, então volte em breve!

Para fechar esse post, deixamos algumas das fotos tiradas no dia pela Profa. Cristiane Taveira do INES/DESU, líder do Grupo de Pesquisas Educação, Mídias e Comunidade Surda e membro do Conselho Científico do volume, e Stella Pedrosa, nossa colega na TICPE.

Clique nas fotos para abrir versões em alta resolução em aba separada.

Anúncios

New video: Alexandre Rosado talks about Education and Technology in literature in Portuguese

Sharing the next video in the series of tasters of the e-Book Education and Technology: critical approaches, today we bring Alexandre Rosado, who talks about the chapter entitled ‘Education and Technology in online academic literature in Portuguese‘, written in collaboration with myself and Jaciara Carvalho.

The chapter is an outcome of a careful literature survey and analysis conducted in 2016 specifically for the e-Book, having also the aim of creating a text we could use with students that need to produce literature reviews for projects, dissertations and theses.

This has been a particularly complex piece of writing to produce, not only because we’re three authors with reasonably different perspectives, experiences and styles but, mainly, because we didn’t want the result merely to denounce problems. Yes, there may problems with the literature in the area (and not only in Portuguese), but an important aspect of any approach that presents itself as ‘critical’ in any conception is to discuss alternatives, in addition to avoiding binaries and unfounded value judgments. I’m not sure we were completely successful in this, but we certainly – and bravely – tried!

So, here is Alexandre (audio in Portuguese, subtitles in English):

The chapter is relatively long (methodological details, in particular, take some space, but we allowed ourselves this freedom thinking of the possible uses that might be made of the text by/with researchers in training) and discusses several other issues, but Alexandre managed to raise some essential points.

So, we hope students and colleagues find the chapter useful not only as a ‘picture’, albeit limited, of our area, but also as an ‘example’, albeit imperfect, for surveys of related literature. We will be most grateful for feedback!

Click here to download the complete e-Book.

Click on the links that follow to download the chapter in Portuguese e in English.

Novo vídeo: Alexandre Rosado fala sobre Educação & Tecnologia na literatura em português

Compartilhando mais um vídeo na série de “degustação” do e-Book Educação e Tecnologia: abordagens críticas, trazemos, hoje, o Prof. Alexandre Rosado, que fala sobre o capítulo ‘Educação e Tecnologia na literatura acadêmica on-line em português‘, escrito em parceria comigo e com a Profa. Jaciara Carvalho.

O capítulo é fruto de um cuidadoso trabalho de levantamento e análise de literatura que fizemos em 2016, especificamente para o e-Book, tendo também como objetivo criar um texto que pudéssemos utilizar com nossos orientandos que precisam produzir revisões de literatura para seus projetos, dissertações e teses.

A escrita, em particular, foi um trabalho relativamente complexo, não apenas porque somos três autores com perspectivas, experiências e estilos bastante diferentes, mas, principalmente, porque não queríamos que o texto tivesse um tom meramente “denunciatório”. Sim, pode haver problemas na literatura acadêmica (e não apenas na literatura em língua portuguesa), mas parte importante de qualquer abordagem que se apresente como “crítica” em alguma concepção é discutir alternativas e novos caminhos, além de evitar maniqueísmos e julgamentos de valor sem fundamentação. Não sei se tivemos sucesso completo nisso, mas certamente – e bravamente – tentamos!

Então, veja o que o professor tem a dizer:

O capítulo é relativamente longo (os detalhes metodológicos, em particular, ocupam espaço razoável, mas nos permitimos essa liberdade pensando nas utilizações possíveis do texto com/por pesquisadores em formação) e aborda muitos outros assuntos, mas o Prof. Alexandre conseguiu incluir alguns pontos essenciais.

Então, esperamos que alunos e colegas achem o capítulo útil tanto como um “retrato”, limitado, que seja, da nossa área, quanto uma “base”, ainda que limitada, para levantamentos e análises de literatura pertinente. Ficaremos muito gratos por qualquer tipo de feedback!

Clique aqui para baixar o e-Book completo.

Clique nos links a seguir para baixar separatas do capítulo em português e em inglês.

 

 

Aquecimento para o evento de lançamento de *Educação e Tecnologia: abordagens críticas*


[Clique na imagem para baixar o cartaz em imagem de alta resolução]

Como anunciamos anteriormente, faremos nesta quinta próxima  (3 de agosto) o lançamento presencial do volume Educação e Tecnologia: abordagens críticas, que contará com palestras dos Profs. Ralph Ings Bannell e Raquel Goulart Barreto. O evento será no Auditório Alda Mazzotti, na Vice-Reitoria de Pesquisa da UNESA, na Av. Presidente Vargas, 642, 22o andar, Centro do Rio de Janeiro, às 13:30.

Reiterando o convite, deixamos reunidos, neste post, os links de todos os video teasers publicados até o momento (temos mais alguns “no forno”). Assista, a seguir, a “história” até agora, complementada, logo abaixo, com sugestões de links pertinentes.

Agora é contagem regressiva: esperamos ver pelo menos alguns dos visitantes deste blog no evento, então, até quinta!

Siga os links abaixo para mais informações (e leituras!)

Audrey Watters: post de publicação do vídeocapítulos em português

Richard Hall: post de publicação do vídeocapítulo em português

Jeremy Knoxpost de publicação do vídeocapítulo em português

Lesley Gourlaypost de publicação do vídeocapítulo em português

Martin Wellerpost de publicação do vídeocapítulo em português

Giota Alevizoupost de publicação do vídeocapítulo em português

Ralph Ings Bannellpost de publicação do vídeocapítulo em português

Series of video teasers of the TICPE e-Book 2017: today, Ralph Ings Bannell!

Continuing with our series of video teasers produced by the contributors to Education and Technology: critical approaches, we have today a contribution by Ralph Ings Bannell, Associate Professor at the Pontifical Catholic University of Rio de Janeiro, Brazil.

We invited Ralph originally to write a preface for the volume, but A double-edged sword does much more than a simple presentation of chapters, one by one (integrated into the organiser’s Hybrid Resistance). To our surprise – and benefit of the readers! – he presented us with a text that, albeit longer than expected (especially by yours truly, who was already drowning in translations and revisions of the other chapters…), sheds light on issues and concerns that underpin practically all the book chapters, giving us lots of food for thought.

In his presentation, Ralph explains the structure of his piece:

Next week we shall be hosting Ralph and Raquel Goulart Barreto, who also wrote a chapter for the volume (Objects as subjects: the radical displacement), in a face-to-face launch of the book.

Click here to download the complete e-Book.

Click here to download a version in English of Raquel’s chapter.

Série de *teasers* do eBook TICPE 2017: hoje, Ralph Ings Bannell!

Dando prosseguimento à série de video teasers que acompanha o volume Educação e Tecnologia: abordagens críticas, temos, hoje, uma contribuição do Prof. Ralph Ings Bannell, da PUC-Rio.

Convidamos o Prof. Ralph, inicialmente, para escrever o prefácio da obra, mas Uma faca de dois gumes faz muito mais do que faira uma simples apresentação dos capítulos, um por um (integrada em Resistência Híbrida, dos organizadores). Para nossa surpresa – e ganho dos leitores! – o autor nos brindou com um texto que, ainda que mais longo do que o esperado (principalmente por aquela que vos escreve, que já estava soterrada nas traduções e revisões dos outros capítulos…), explicita questões e preocupações subjascentes a praticamente todos os capítulos do livro, nos deixando com muito o que pensar.

Em sua apresentação, a seguir, o Prof. Ralph explica a estrutura de seu texto:

Em tempo: aproveito para lembrar que, nesta quinta-feira, 3 de agosto, estaremos recepcionando o autor e a Profa. Raquel Goulart Barreto, da UERJ, também autora de um capítulo do livro, em um evento de lançamento presencial do livro.

Clique aqui para baixar o e-book completo.

Clique aqui para baixar Uma faca de dois gumes.

 

The history of OER from Martin Weller’s perspective

I’m delighted to publish one more video teaser presenting another chapter from our e-Book  Education and Technology: critical approaches. Today we bring you Martin Weller, Professor of Educational Technology at the UK Open University, where he leads the OER Hub, a research centre dedicated to Open Educational Resources (OER).

Martin’s chapter, entitled ‘The development of new disciplines in education – the example of Open Education’, offers a view of the OER movement from the perspective of someone strongly engaged in the area since its origin. Watch Martin present the main ideas developed in his piece:

To complement this reading, I recommend Martin’s article ‘Different aspects of the emerging OER discipline‘, published last year in the Brazilian journal Contemporary Education and Culture. The journal published Martin’s original in English and a Portuguese translation I prepared. Also in Contemporary Education and Culture, you’ll find two articles by Giota Alevizou (also an e-Book author) which discuss Open Education from a perspective that combines political philosophy and media theories: ‘Open to interpretation? Productive frameworks for understanding audience engagement with Open Educational Resources‘ (English only) e ‘De REA a MOOC: perspectivas críticas acerca das trajetórias históricas de mediação na Educação Aberta‘ (my translation to Portuguese of the original published on the International Journal of Media & Cultural Politics – the original isn’t freely available, and the translation was done and published with the author’s and the publisher’s permissions).

From the literature in Portuguese, I recommend Andréia Inamorato Santos‘ chapter ‘Educação Aberta: histórico, práticas e o contexto dos Recursos Educacionais Abertos’ (Open Education: history, practices and the context of OER), in Recursos Educacionais Abertos: práticas colaborativas e políticas públicas (unfortunately I’ve not managed to find the book online at this point – it’s been previously avaiable on the site of Projeto REA-Brasil, via this page).

If you want to venture in the field of ‘openness’,  Martin has an interesting CC-by book: The Battle for Open – how openness won and it doesn’t feel like a victory (three different download formats, English only). In an area laterally related to OER, he’s published The Digital Scholar, another openly available book (in this case, as HTML for online reading). In this one he discusses the impact of digital technologies and Web 2.0 on academic and scholarly practice, analysing the changes that have occurred in other areas, including the music and movie industries.

Last but not least, I recommend Martin’s excellent blog.

Clarifying: I’m delighted to publish this post, as whilst I prepared the subtitles for the video, I was reminded of my arrival at the OU in 1998, when I ‘landed’ directly in the presentation of the university’s first online course (this article describes the basic ideas of a course that, like all the OU courses, was lovingly known by its code – T171). The course had been created by three ‘pioneers’ of online education (in addition to Martin, John Naughton – read his articles published on The Guardian – and Gary Alexander, who retired shortly after that), and provided a basis for Martin’s first book, Delivering learning on the net. In this course, I worked as a tutor and part of the presentation team, chaired by Martin – we were all ‘pioneers’ at that time, in a way, and I learned a great deal with his calm and unpretentious way of dealing with the many challenges facing the team (for example, to hire and train tutors to support 12k students in groups of 15, max!). I was also reminded of the motion, around the end of 1999, around the ideas of free software / open source and their possibilities for education (the widely known OpenLearn project was not the first OER initiative developed there  – I told a bit of this ‘hidden history’ – to borrow some words from Audrey Watters‘ chapter in the eBook – in this article I wrote with Alexandra Okada – English only).

Avoiding further nostalgic digressions, I wish everyone good readings, taking the opportunity to highlight we’ve got also video presentations of the e-Book chapters by Lesley Gourlay, Jeremy Knox, Richard Hall and Audrey Watters!